Sensei

André Traichel. 3º dan

André Traichel. 3º dan

André Traichel é Professor de Educação Física pela UNISINOS (CREF/RS-011906G), pós-graduado em Neuroaprendizagem pela UNOPAR e atualmente é pós-graduando em Biomecânica pela UNINTER.

Começou com o Judo com apenas 6 anos mas migrou para o Karate-do aos 11 e desde então não trocou mais. Foi 1º colocado no ranking gaúcho da extinta Federação Gaúcha de Karate-do Tradicional em 1993, vencendo em Kata ou Kumite em todas as 5 etapas.

Foi sócio-fundador da Federação Sul-Riograndense de Karate-do Tradicional, onde prestou exame para faixa-preta (shodan) com Yasuyuki Sasaki Sensei (8º dan) em 1998 pela Confederação Brasileira de Karate-do Tradicional.

Em 2014 foi aprovado no exame de 2º dan com o sensei Jorge Matos (6º dan) pela Federação Mundial de Artes Marciais.

Em 2017, foi aprovado no exame para 3º dan em um Gasshuku internacional pelo TKI em Punta Del Este, Uruguai.


Atualmente é membro da SKIF Brasil.


Participou de diversos cursos técnicos de karate-do tradicional:

2017 – I Curso de Kobudo FSK, CETE, Porto Alegre.

2017 – V Seminário Kobudo no Shotokan, UFRGS, Porto Alegre.

2017 – International Camp Gasshuku 2017, TKI/WTKF, Punta del Este.

2016 – Palestrante sobre neuroaprendizagem no Seminario de Capacitación de Instructores, TKI, Montevideo.

2015 – Seminario de Capacitacíon Técnica com Sensei Nelson Carrión. (Carga horária: 6h). Traditional Karate-do Institute – Uruguay

1998 – Extensão universitária em I Clínica de Karate-do Tradicional com Sensei Yasuyuki Sasaki. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

1998  – Curso Técnico com Sensei Yoshizo Machida.
Federação Sul-riograndense de Karate-do Tradicional.

1997  – Curso Técnico com Sensei Kazuo Nagamine.
Federação Sul-riograndense de Karate-do Tradicional.

1996 – Curso Técnico com Sensei Inoki. (Carga horária: 6h).
Federação Gaúcha de Karate-do Tradicional.


Como professor de educação física, além de ter participado de vários cursos de fisiologia e anatomia, apresentou trabalhos científicos em seminários internacionais e na UFRGS:

A contribuição da neuroaprendizagem na formação de instrutores de artes marciais. In: Lecturas: Educación Física y Deportes, Revista Digital. Buenos Aires, Año 22, Nº 227, Abril de 2017.
http://www.efdeportes.com/efd227/a-contribuicao-da-neuroaprendizagem-artes-marciais.htm

O ensino das lutas segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais – uma proposta de planejamento. In: I Simpósio Internacional Diálogos na Contemporaneidade: vertigens do tempo e I Seminário Nacional de Educação Básica, 2008, Lajeado: UNIVATES, 2008. p. 289-296.

Comparação biométrica entre um campeão mundial de Karate-do Tradicional e atletas amadores. In: III Seminário Internacional de Ciências do Esporte e Atividade Física, 2007, Canoas. Corpo em Movimento. Canoas: Ulbra, 2007. v. 5. p. 49-50.

Manutenção da expressão de HSP70, através do exercício físico regular, ao longo do ciclo vital: possível papel na redução da sarcopenia.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Seminário). UFRGS.

O currículo completo pode ser acessado aqui: http://lattes.cnpq.br/4654382720438428

Comments are closed